Livio Barbosa

Pintura Mediúnica

Atualmente, se dedica às funções de medium e tambem diretor da Fundação Nova Consciência idealizada pelos mestres espirituais durante sua turnê na europa, cuja a proposta inovadora e de abertura a uma espiritualidade independente cujo as bases prisma o ecumenismo levando a todos os seres do planeta uma consciencia cristica e universalista.

Educou sua mediunidade na Casa Espírita, tendo seu primeiro contato com a Doutrina aos 13 anos de idade. A partir de então, passou a se dedicar na interpretação dos pensamentos dos desencanados, atuando em diversos campos de sua mediunidade: Clarividência, clariaudiência, psicometria, psicografia, psicofonia de voz direta, desdobramentos conscientes e espontâneos e sobretudo, ectoplasmia de efeitos físicos, nos quais se destacam: materializações de cura, aportes, bi-corporidade e transfiguração.

A pintura mediúnica ou psicopictografia (fenômeno que designa as pinturas espirituais diretas) As entidades, através do médium, já realizaram mais de cinco mil obras com as mãos e os pés, cuja execução é de uma velocidade impressionante, variando de poucos segundos a minutos. Tal falange conta com aproximadamente 102 espíritos membros, entre pintores, escultores e escritores, sendo composta por nomes tais quais: Manet, Maurice Utrillo, Monet, Sisley, Modigliani, Van Gogh, Guaguin, Portinari, Delacroix, Toulouse Lautrec, Morisot, Degas, Rafael, Leonardo Da Vinci, Pissarro, Picasso, Salvador Dalí, Tarsila do Amaral, Rubens, Tissot, Redon, Rembrandt, Renoir, Debret, Matisse, Rodin, Miguelangelo, e outros...
Como psicógrafo, transcreveu da espiritualidade, alguns livros, que já foram editados: Jesus Peregrino (espírito Apóstolo), Um Mundo Mais Além (de Maria Rodrigues), Movimento Constante (Luis Alberto Angeiras), A Profilaxia da Alma (Leocádio Correia), O Segredo do Faraó (Camilo) e Canção da Alegria (Sebastião Lasneau e espíritos diversos).

21h15

Quarta 10 NOV

Pinturas Mediúnicas